Veja como a Escola Vereda permite o protagonismo do estudante

protagonismo do estudante
6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Ao redor do mundo, a educação passa por momentos de evolução e quebra de paradigmas. Uma das principais mudanças diz respeito a criar metodologias que incentivem o protagonismo do estudante, como na Escola Vereda. Para nós, a participação ativa dos estudantes na escola ajuda na sua formação como cidadão crítico, consciente e engajado.

Antes de escolher uma instituição para seu filho, portanto, é preciso conhecer a metodologia pedagógica da escola e entender qual é a sua abordagem.

Para que você possa conhecer mais sobre o assunto, conversamos com o nosso diretor da Escola Vereda de São Bernardo do Campo, Jefferson Mello, que esclareceu as principais dúvidas das famílias. Quer ficar por dentro? Basta continuar conosco. Boa leitura!

O protagonismo do estudante na visão da Escola Vereda

O protagonismo do estudante muda a forma como a educação tem sido construída por profissionais. De acordo com o diretor Jefferson, a prática sugere uma alteração no planejamento dos conteúdos. “Uma guinada nos métodos convencionais de transmissão de conhecimento”, afirma.

Na Escola Vereda, toda a dinâmica escolar está em alinhamento com as dez competências previstas na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), como Conhecimento, Pensamento Científico, Crítico e Criativo, Repertório Cultural, Comunicação, Cultura Digital, Trabalho e Projeto de Vida, Argumentação, Autoconhecimento e Autocuidado, Empatia e Cooperação, Responsabilidade e Cidadania. Entretanto, vai bastante além disso.

“Muito mais que liberdade para escolher currículo e matérias, o protagonismo estimulado na Escola Vereda é visto como a busca do nosso estudante pelo planejamento e organização do seu projeto pessoal de vida”, aponta o diretor. Na Vereda, o estudante deve buscar sua autonomia para entender o próprio papel dentro da sociedade.

A construção do protagonismo em cada fase escolar

Autonomia e responsabilidade do estudante exigem distinções, dependendo da fase escolar. Na educação infantil, por exemplo, as práticas acontecem por meio de atividades que estimulam a participação coletiva, como brincadeiras de exploração e autocuidado. “Nesta etapa, os professores guiam os estudantes em direção às soluções de problemas do dia a dia, tornando-os questionadores e analistas de suas possibilidades.”, esclarece.

Já no ensino fundamental, o protagonismo é intensificado. Traz-se ao cotidiano do estudante problemas e desafios mais complexos, para que o conhecimento seja ampliado e visto na prática. O diretor da Escola Vereda lembra que é aqui que os estudantes desenvolvem ativamente a capacidade de autonomia, enxergando, de fato, seus papeis na sociedade.

Ainda que a escola estimule participação e reflexão, o estudante precisa ser um agente transformador. “É fundamental o engajamento dos estudantes em reuniões e debates, na análise de pontos críticos, no levantamento das soluções, no desenvolvimento da capacidade argumentativa, na pesquisa e no pensar da escola, da comunidade e da sociedade”, lembra Mello.

Com o passar dos anos, já no ensino médio, cada um consolida sua participação, definindo o projeto pessoal de vida. O papel do professor, então, é incentivar a capacidade empreendedora do estudante, que passa a conseguir solucionar problemas e criar maior responsabilidade.

Os benefícios do protagonismo do estudante

Para o diretor, são quatro os principais objetivos do protagonismo do estudante. Veja abaixo.

  1. Participação ativa: com a ressignificação da aula e dos papéis de professor e estudante, a aula ganha outro formato e dinamismo. O estudante deixa de ser passivo e, em vez de sentar, ouvir e copiar, passa a ter significativa atuação, virando o ator principal na construção do conhecimento.
  2. Coletividade: senso democrático e habilidades de cooperação são desenvolvidos, incluindo a aceitação das decisões coletivas, mesmo que a ideia não seja a mesma do estudante.
  3. Decisão: o protagonismo do estudante também abrange a participação ativa nas decisões da escola. Há o estímulo para que cada um aponte pontos críticos e soluções estratégicas com relação a problemas que impactam na comunidade escolar e na sociedade.
  4. Autonomia: os estudantes trabalham o pensamento analítico, científico, crítico e criativo. Desta forma, descobrem e desenvolvem seus projetos pessoais de vida.

 O protagonismo na prática da Escola Vereda

Você já entendeu que o protagonismo é importante, mas como ele acontece na rotina escolar? O diretor da escola de São Bernardo explica que os estudantes, desde o primeiro dia de aula, são apresentados à instituição e aos ambientes de aprendizagem. Trata-se de uma ação para que cada um se sinta importante na construção da escola.

Além disso, também existe uma diferença na condução das aulas. As salas têm mesas que podem ser arranjadas, formando células ou estações de aprendizagem. Este diferencial estimula o questionamento, a pesquisa e o desenvolvimento de ideias e projetos desempenhados em equipe.

“Nossos estudantes estudam literalmente juntos e se assistem na construção do conhecimento. A Escola Vereda, além das matérias tradicionais, ainda oferece um currículo a favor do desenvolvimento do protagonismo do estudante, criando disciplinas como mindfullness, programação, habilidades de vida, designer e empreendedorismo”, completa.

A ideia é simples e efetiva: fazer com que o senso de protagonismo esteja presente em cada detalhe da escola, tendo no ensino de vanguarda o mote institucional.

A experiência dos estudantes

Com tantas mudanças, costumam aparecer questionamentos a respeito das impressões dos estudantes. O diretor afirma que a experiência é a melhor possível: “Os estudantes começam a enxergar a escola como um ambiente atrativo”. Este modo de ensinar mostra que todo o conhecimento adquirido se usa na vida, na prática.

Há, ainda, uma mudança de atitude com o desenvolvimento da autonomia. Frases e pensamentos negativos ficam de lado, dando lugar ao prazer em aprender e construir projetos.

Os benefícios são inúmeros. “Um estudante mais feliz e positivo está mais aberto a novos conteúdos, habilidades e conhecimentos. A chance de obter sucesso no seu projeto pessoal de vida se torna maior”.

Como você pode ver, o protagonismo do estudante passa por autonomia e consciência relacionadas ao seu papel no ambiente escolar. Ele se torna capaz de desenvolver projetos de vida bem-sucedidos, de acordo com o que é melhor para a coletividade.

Quer saber mais sobre as práticas da Escola Vereda Educação no dia a dia? Aproveite a visita e entre em contato conosco para conhecer metodologias e espaços físicos!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário