Descubra como a Vereda cuida da alimentação escolar dos seus estudantes

alimentação escolar
5 minutos para ler
Powered by Rock Convert

A busca por qualidade de vida é um fator importante no desenvolvimento do estudante. Neste contexto figuram vários hábitos, como a prática de exercícios físicos, o acompanhamento médico preventivo e um cuidado maior relacionado aos alimentos consumidos todos os dias. Por isso, vamos falar da importância da alimentação escolar.

Com o aumento do consumo de junk foods, as pessoas perceberam que uma nutrição adequada é fundamental para saúde e produtividade. Essa deve ser uma prioridade da família, mas a escola também precisa ajudar no processo de construção de bons hábitos alimentares nos estudantes.

Para ficar por dentro de como isso funciona na Escola Vereda, confira a entrevista com a nossa nutricionista Isabella David. Boa leitura!

A alimentação como complemento do ensino

Os alimentos não servem apenas para saciar a fome, mas também atuam como fontes dos nutrientes que precisamos para o bom funcionamento do organismo.

Pensando nos estudos, a atividade cerebral é prejudicada quando não nos alimentamos de forma saudável, o que influencia na capacidade de aprendizado, concentração e memória. Até a disposição para realizar atividades cotidianas ou da rotina acadêmica é impactada por uma dieta nutricionalmente fraca.

Isso quer dizer que o desenvolvimento cognitivo e o processo de aprendizagem estão diretamente relacionados à alimentação. Segundo a profissional, “é muito importante manter hábitos saudáveis ao longo da vida, em especial incentivando esses hábitos desde a infância, para a prevenção de doenças e promoção da longevidade”. Essa deve ser uma preocupação dos responsáveis, mas a escola também pode ajudar a promover a educação nutricional.

Nutrientes que os estudantes precisam

Na verdade, todos os grupos de alimentos têm a sua relevância e o que mais importa é saber dosar o consumo de cada um deles. Por exemplo, os carboidratos muitas vezes são vistos como “vilões da obesidade” e várias dietas propõem que eles sejam cortados do dia a dia. No entanto, eles consistem na nossa principal fonte de energia e precisam ser consumidos, sobretudo por crianças ativas e em desenvolvimento.

A questão é saber equilibrar as refeições para ingerir uma boa variedade de nutrientes por dia. Considerando os benefícios para a vida estudantil, a nutricionista ressalta:

  • ômega 3 (abacate, azeite, oleaginosas, chia, gergelim, peixes de água salgada);
  • vitaminas do complexo B (cogumelos, espinafre, brócolis, carnes, frutos-do-mar, batata, aveia, frutas, legumes e verduras em geral);
  • fitoquímicos (maçã, uva, chocolate amargo, frutas vermelhas, frutas críticas, chá-verde e preto).

Essas opções favorecem a saúde cerebral e auxiliam a buscar melhores resultados nos estudos.

Como funciona a alimentação escolar na Vereda

Aqui na Escola Vereda, os estudantes contam com duas refeições importantes para qualquer pessoa: café da manhã e almoço. Ambos são elaborados com todo cuidado para disponibilizar os melhores nutrientes aos estudantes, incluindo legumes, verduras, frutas, proteínas, cereais e carboidratos.

Os cardápios são variados ao longo da semana, mas sempre seguindo as orientações da especialista — o que faz toda a diferença para conciliar uma maior variedade de pratos sem perder o equilíbrio nutricional. Apenas uma vez por mês acontece um dia de refeição livre, que é escolhida pelos estudantes e não segue a programação habitual da escola.

Outro detalhe especial: todos aprendem a seguir uma espécie de ritual na hora de comer. É um momento para descontrair, conviver e confraternizar com os colegas para deixar a refeição ainda mais prazerosa, assim como nas reuniões familiares.

Parceria com a Sodexo

Para quem não sabe, a Sodexo é uma multinacional referência no segmento de alimentação. Um dos focos da parceria consiste em oferecer uma facilidade aos responsáveis, além de um preço justo e acessível.

Como o ensino na nossa instituição segue o modelo integral, a alimentação escolar é um pilar para que todos possam receber um suporte nutricional adequado visando o desenvolvimento físico e mental.

Vantagens da boa alimentação escolar

Por fim, vamos reforçar quais são os maiores benefícios de cuidar da alimentação escolar para que não haja dúvidas sobre o assunto.

Em primeiro lugar, é vital perceber os alimentos como fontes de nutrientes e não só como comidas gostosas para matar a fome. Aliás, existem diversas opções que parecem saborosas e não oferecem nenhuma vantagem para o nosso organismo. Elas devem ser raras exceções na rotina alimentar.

Outro cuidado é dar preferência aos alimentos que promovem a disposição e a capacidade cognitiva, especialmente quando falamos do ambiente escolar. O objetivo? Manter os órgãos essenciais para o aprendizado sempre bem nutridos e em ótimo funcionamento.

Para completar, ter uma boa referência de alimentação na própria escola é um fator diferencial na construção de hábitos mais saudáveis, sobretudo, quando existe suporte de um nutricionista. Às vezes alguns alimentos não fazem parte dos costumes familiares por determinado motivo, e conhecê-los em outra ocasião é uma oportunidade de diversificar o paladar.

Isabella afirma que “crianças são agentes modificadores do meio”, sendo comum ouvir dos responsáveis que os filhos adquiriram autonomia para escolher alimentos e até contribuíram para deixar a alimentação de casa mais variada. Não é interessante? Os ensinamentos são transmitidos e vão além do núcleo escolar, o que constitui um fator distintivo ao escolher a melhor instituição para o filho estudar.

O que achou de saber mais sobre alimentação escolar? Trata-se de um tema muito importante e que deve ser prioridade para todos. Afinal, nada melhor do que ajudar o nosso cérebro a trabalhar efetivamente para fixar os conteúdos estudados.

Agora que você já conhece esse diferencial da Vereda Educação, entre em contato conosco para descobrir outros detalhes!

Você também pode gostar

Deixe um comentário