Entenda já como funciona a abordagem humanista na educação

abordagem humanista na educação
7 minutos para ler

Os métodos de ensino tradicionais têm o seu valor e eficácia; no entanto, não podemos negar que o mundo mudou muito nas últimas décadas. Isso tem exigido adequações nas relações de ensino-aprendizagem, o que inclui a adoção de uma abordagem humanista na educação.

Afinal, não podemos apenas despejar conteúdos para que os estudantes consigam passar em provas e processos seletivos. O ideal é olhar para eles de uma forma mais completa, permitindo uma formação holística que envolva aspectos acadêmicos, mas também socioemocionais, com foco no desenvolvimento de habilidades e competências.

Como esse é um tema muito importante, conversamos com o diretor de ensino da Vereda, Edson Moscoso, para que ele esclarecesse como funciona essa abordagem humanista, quais são os pilares dela, suas vantagens e de que maneira é aplicada na Escola Vereda. Continue lendo para saber mais!

O que é abordagem humanista na educação

Quando a educação passou a ser mais popular, o intuito era formar pessoas para ocuparem o mercado de trabalho. Assim, podemos dizer que havia uma “produção em massa” de novos profissionais.

Havia poucas oportunidades para que essas pessoas escolhessem aquilo que mais lhes agradava, sendo incentivadas a seguir caminhos que fossem úteis para o mercado. Com isso, foi deixada de lado a questão humana, que deveria considerar as características e preferências do indivíduo.

De acordo com Edson Moscoso, a adoção da abordagem humanista na educação tem foco no desenvolvimento do ser humano. O papel da escola é oferecer para eles a estrutura teórica e a oportunidade de desenvolverem habilidades para escolher o que querem ser.

Edson diz que o humanismo implica olhar para o ser humano como um ser completo. Portanto, a adoção dessa abordagem na educação não mantém o foco somente nos aspectos do indivíduo que seriam úteis para a sociedade, possibilitando uma formação ampla para que o próprio estudante conheça as diversas oportunidades ao seu alcance.

Como funciona essa abordagem

Imagine uma aula de matemática. Provavelmente, a imagem que veio à sua mente foi uma sala organizada com as carteiras em fileiras, os alunos sentados fazendo anotações e o professor em pé, em frente ao quadro-negro, ou sentado à sua mesa, certo?

Essa é a principal imagem que temos de uma aula porque está de acordo com os métodos de ensino mais aplicados. Porém, perceba que, nesse modelo, não há uma grande participação do estudante, que se torna passivo com relação à sua própria formação e aprendizado.

A abordagem humanista na educação visa mudar um pouco esse quadro, para que os estudantes não sejam meros reprodutores do conhecimento adquirido. Claro, há necessidade de se trabalhar com teoria, porém, isso não acontece todo o tempo.

Na abordagem humanista, além do conteúdo que é transmitido de forma teórica para os estudantes e os exercícios que eles precisam realizar, existem momentos para que o professor mostre como aquilo funciona na prática, aplicado ao dia a dia.

“Por exemplo, se uma matéria tivesse três aulas na semana. Uma aula seria expositiva; na outra, haveria uma revisão, trabalhando o exercício; e, na outra, um debate, uma roda de discussão ou design thinking, para fazer uma construção do aprendizado com os estudantes”, explica Edson Moscoso.

Além da interação entre os jovens, esses momentos possibilitam a expressão e o desenvolvimento de habilidades e competências. É o que acontece, por exemplo, quando um professor de química apresenta um novo tema e, depois, leva os alunos para o laboratório para realizarem experiências.

“Não é dar três aulas e repetir conteúdo até massificar. Para nós, o estudante aprende colocando em prática aquilo que viu”, diz.

Pilares da abordagem humanista na educação

Como você pôde perceber, a abordagem humanista na educação coloca o estudante no foco do processo de aprendizagem. Ele passa a ser um protagonista na construção do seu conhecimento, e o professor deixa de ser o detentor da verdade absoluta, passando a atuar como um guia ao auxiliar o estudante em suas descobertas.

O jovem não se sente obrigado ou pressionado a ser aquilo que não é ou a seguir um pensamento que não está de acordo com o seu. Ao poder desenvolver as suas próprias habilidades respeitando a sua individualidade, tem mais autonomia e atinge maior amadurecimento socioemocional.

Para alcançar todos esses objetivos, a abordagem humanista na educação se baseia em alguns pilares, que nós listamos a seguir:

  • concepção de homem: cada qual é tratado como ser único em seu modo de pensar e ver o mundo;
  • concepção de mundo: pautada na vivência de cada pessoa e no modo como interpreta o que está ao seu redor;
  • sociedade e cultura: diz respeito ao pertencimento a um grupo, às relações interpessoais estabelecidas pelo indivíduo;
  • escola: contribui para a formação e o desenvolvimento da autonomia do indivíduo, respeitando sua individualidade;
  • educação: despertar o potencial, estimular habilidades e competências, bem como o desenvolvimento emocional e intelectual;
  • conhecimento: sua aquisição não se restringe à teoria, mas envolve a experimentação para adquirir sabedoria;
  • relação professor-estudante: o primeiro é mediador do conhecimento, um grande incentivador do estudante para que ele seja mais curioso e argumentativo e procure respostas para suas perguntas, bem como soluções para problemas.

Vantagens da abordagem humanista na educação

Conforme explicamos, a abordagem humanista na educação vai muito além de preparar estudantes para passar no vestibular.

O intuito é fazer da escola um espaço onde ele possa aprender aquilo que será necessário em diferentes aspectos da sua vida, não apenas com foco no mercado de trabalho. Por isso, esse respeito pela individualidade traz diversas vantagens não apenas para os estudantes, mas, também, para o professor.

Vantagens para o estudante

  • Explorar o seu potencial;
  • aprimorar habilidades e competências;
  • aprendizado mais completo;
  • preparação para a vida;
  • estímulo à busca pelo conhecimento.

Vantagens para o professor

  • Relação mais saudável com os estudantes;
  • novos desafios diários;
  • aperfeiçoamento profissional;
  • oportunidade para inovar.

Abordagem humanista na educação dos alunos da Escola Vereda

A abordagem humanista na educação é aplicada na relação com os alunos da Escola Vereda porque, segundo Edson Moscoso, “não é só na parte teórica que temos construção de conhecimento”. Sendo assim, são oferecidas aulas expositivas de revisão, além de momentos de interação e construção do aprendizado na prática, em atividades como:

  • olimpíada;
  • rodas de discussão;
  • debates;
  • design thinking.

Além disso, é válido ressaltar que a Escola Vereda trabalha com atividades no contraturno, para favorecer o desenvolvimento dos estudantes. Algumas delas são:

  • esportes individuais e coletivos;
  • idiomas;
  • artes marciais;
  • xadrez;
  • libras;
  • dança;
  • arte;
  • culinária.

É verdade que a abordagem humanista na educação ainda sofre resistência por parte de alguns educadores. Porém, na Escola Vereda, essa prática já é adotada porque existe o desejo de transformar o modo como o conhecimento é construído, para que o estudante seja protagonista do seu aprendizado e da sua própria história.

Saiba mais sobre a abordagem humanista da Escola Vereda. Entre em contato conosco e converse com a nossa equipe!

Você também pode gostar

Deixe um comentário